< voltar Compartilhe

Conheça a história de quando Little Richard recusou ter 50% dos Beatles

24 de abril de 2023

Foto: Reprodução/Internet

Uma das grandes inspirações por trás dos Beatles, Little Richard já recebeu uma proposta curiosa vinda de Brian Epstein, empresário do quarteto. Em sua biografia “A vida e a época de Little Richard”, o músico revelou ter recusado a oferta de 50% da banda, que mais tarde, se tornou o maior fenômeno do rock.

Nas palavras de Richard, seu caminho se cruzou com os Beatles em outubro de 1962.

“Lembro que Brian Epstein me contratou para tocar no The Cavern [Club] com eles. Algumas semanas depois, ele me colocou como atração principal de um grande show em um teatro em Liverpool. Eles eram uma banda de apoio, com Swinging Blue Jeans, Cilla Black e Gerry & The Pacemakers. Os Beatles entraram e cantaram ‘Love Me Do’. Eles não puderam tocar minhas músicas, como ‘Lucille’ e ‘Long Tall Sally’, porque eu estava lá.”

Após a apresentação, o músico recebeu a proposta de adotar o grupo, mas recusou por pensar que eles nunca chegariam ao estrelato. Mesmo com dúvidas em relação ao potencial do quarteto, Richard ajudou Epstein com algumas conexões na indústria.

“Quando eles saíram, Brian Epstein me disse: ‘Richard, vou te dar 50% dos Beatles’. Eu não podia aceitar porque nunca pensei que eles conseguiriam. Brian Epstein disse: ‘leve as masters [das canções dos Beatles] de volta para a América com você e entregue-as à gravadora para mim’. Eu não fiz isso, mas chamei algumas pessoas para eles. Liguei para o [executivo musical] Art Rupe e também entrei em contato com a Vee-Jay [Records], mas não peguei nada deles.”, concluiu.

Compartilhe