< voltar Compartilhe

Presidente do Corinthians dá mais detalhes sobre a demissão de Sylvinho

9 de fevereiro de 2022

José Manoel Idalgo/Ag. Corinthians

Em entrevista para o programa ‘Grande Círculo’, da SporTV, o Presidente do Corinthians, Duilio Monteiro Alves, deu mais detalhes sobre a demissão de Sylvinho do comando técnico da equipe. Para o dirigente, houve um erro de avaliação ao mantê-lo no cargo no fim do ano passado.

“Eu nunca vi a torcida criticar algum jogador ou treinador durante o jogo em toda a minha vida. A torcida do Corinthians apoia os 90 minutos e depois pode xingar, criticar, protestar, isso é normal. Mas durante o jogo nunca vi. Isso foi uma coisa que me chamou muito a atenção e foge da pressão das redes sociais. Fora todo o resto, programas de televisão, analistas, comentaristas, torcedores, conselheiros, geral. Tomou uma proporção que nunca vi no futebol. Foi até por isso a decisão. Não era mais algo saudável para o Sylvio, para o dia a dia dele”, afirmou.

Duilio também assumiu que não sabe ao certo se errou ou não ao manter Sylvinho no cargo, mas afirma que não mudou sua opinião nesses dois meses.

“Não consigo pensar em termos de arrependimento, mas isso ainda fica. Se errei, se erramos ali na decisão. Não de trazê-lo, mas de segurar de uma temporada para outra. Já que essa pressão já existia. Não desse tamanho, mas já existia. A gente acreditava no trabalho, assim como na relação com os atletas. Eram sinais do dia a dia, gostavam demais do dia a dia, do treino. Foi uma decisão, e até conversei com ele sobre isso, até pensando na história dele. Tem uma história no clube. O vejo com um grande futuro como treinador pela frente. Pelo que conheço de futebol, acho que ainda vamos ver ele dando certo em muitos clubes, e espero que no Corinthians também no futuro”, disse.

O Presidente do Timão deixou as portas abertas para um possível retorno de Sylvinho ao clube no futuro.

“No futuro, as pessoas vão ver que eu estava acreditando. Sylvinho vem se preparando há anos. Existe chance de um retorno ao Corinthians, sim, sempre. A porta está aberta. Ele é um ídolo. Sabemos como as coisas são. Já vi Tite indo e voltando, Mano Menezes também”, afirmou o mandatário.

Sylvinho foi demitido na semana passada, depois da derrota do Corinthinas por 2×1, de virada, diante do Santos na Neo Química Arena. O Timão ainda não encontrou um substituto e continua com Fernando Lázaro como interino.

Compartilhe